8 de outubro de 2014

[Resenha #35] - As Fadas da Areia




Olá leitores!

Quando eu era pequena e ganhei esse livro dos meus ais, eu me apaixonei nas primeiras páginas. Ele fala sobre fadas e amo fadas até hoje. Todo meu amor por elas começou com esse livro que tem uma estória muito linda e espero que gostem dessa resenha que foi feita com muito carinho.




FICHA TÉCNICA



Título: As Fadas da Areia

Autora: May Shuravel

Editora: Ática

Páginas: 16

Ano:1994

ISBN: 85-08-0484-1

Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ 








SINOPSE - Skoob

As fadas da areia são pequeninas é delicadas, com olhos da cor do mar e bochechas rosadas. Suas roupas são feitas de algas marinhas, e os sapados, daquelas conchinhas compridas que a gente às vezes encontra na praia. Você gostaria de conhecer uma criatura assim? Laura também. Por isso naquela manhã levantou bem cedo. Seguindo o conselho de seu amigo pescador, enterrou na praia um balde cheio de água fresca do regato, que as fadas da areia adoram beber. Depois, ficou esperando escondida...


RESENHA

A narradora começa a estória dizendo que encontra uma caixa antiga e que dentro tem um livro muito antigo e percebe que era de sua mãe. E nele havia muitas estórias e ela resolve nos contar uma delas.

Laura, uma menininha muito doce resolveu se perguntar porque ninguém escrevia estórias sobre as fadas da areia. Apenas de bruxas más, princesas, de tudo, menos dessas fadinhas.


"Devem ser tão bonitinhas, com olhos da cor do mar e bochechas da cor dessas conchinhas rosadas que aparecem na praia."


Naquele verão a mãe de Laura alugou uma casa em uma praia. Ao explorar, a menina encontrou um portão no jardim que levava direto para a praia. Ela não aguentou e foi direto com sua caixa para catar conchinhas.

Enquanto andava acabou encontrando um homem que levava uma gaiola na mão. Ela perguntou para servia e ele respondeu que era para pegar lagostas.

"Que horror! Coitadinhas! Você não tem pena delas?"

Logo ele explicou que era para sustentar sua família e ela lembrou que já havia provado e gostado. O homem a convidou para assistir à caça, e como não tinha muita coisa para fazer. Aceitou o convite.


Laura lhe fez muitas perguntas e acabou falando sobre as fadas da areia. Perguntou se ele já havia visto alguma. Ele explicou que sua avó já tinha visto e contava muitas estórias sobre elas. Laura ficou imensamente feliz e começou a falar rápido e a pular junto de tanta alegria.


"Calma, menina! Sim, acho que elas existem ainda, a areia deve estar cheia delas, só que as pequeninas são muito tímidas e assustadas, e só aparecem quando alguém lhes prepara uma isca certa."



A isca consistia em preparar um recipiente com água e deixá-lo na areia em um dia bonito. Para vê-las era preciso se esconder. Laura acordou bem cedinho e foi isso que fez. Mas o mais legal que vê-la era ter uma fadinha só para si. Será que ela realmente conseguiu prendê-la e guardar em um potinho??


O QUE EU ACHEI DA ESTÓRIA


Essa é uma estória linda e a vontade que tinha na época, era de fazer a mesma coisa que Laura fez. As fadinhas são realmente muito lindinhas. Nesse livro você percebe a inocência da criança, mas também seu senso de justiça. Laura pensou em uma hipótese, mas escolheu fazer a coisa certa e por isso teve uma grande surpresa. Um lindo presente que a fez muito feliz. (Não é o arco-íris rsrs)



O QUE EU ACHEI DO LIVRO

O livro é curtinho e fininho. Delicioso de ler. A leitura é bem fluída e as letras são grandes, de forma que não cansa a criança. Os desenhos são maravilhosos e ilustram bem a estória. 


ONDE COMPRAR



A AUTORA



Nasceu em 1950, em São Paulo, cidade em que vive até hoje. Bem pequena, quando ainda nem sabia ler, pegava os livros e ficava olhando as ilustrações, imaginando histórias para elas, sonhando com o dia em que seria capaz de ler sozinha, a qualquer hora, o livro que escolhesse. Alfabetizada, descobriu a biblioteca e o prazer de ler livros e mais livros. Fez vários cursos de Arte e formou-se em Arquitetura. Aceitando um convite para ilustrar um livro, descobriu que podia viver dessa atividade e, desde então, ilustrou livros de muitos autores. Mas, de tanto criar ilustrações para histórias escritas por outros autores, acabou ficando com vontade de inventar as suas próprias, resgatando as experiências de infância.

(Fonte Autores Saraiva)

5 comentários:

  1. Oii. Acho fundamental incentivarem as crianças a leitura. Nossa, não me imagino sem livros, e quando eu tiver um filho, ele vai amar livro, assim como eu.

    =D
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju!!

      Penso exatamente igual a você!! Vou estimular meus filho e ele vai gostar tanto quanto eu!! Imagina que delícia poder entrar com seu filho em uma livraria e comprar livro para os dois!! <3

      Beijinhos

      Excluir
  2. Mi amando seu especial. Parabéns pela iniciativa, as dicas servem tanto para crianças quanto para mães não é mesmo?
    E não posso deixar de dizer que é super útil para futuras mamães tb rsrsrs
    Qdo eu tiver minha criança ela irá amar ler, com certeza (do contrário mamãe coloca de castigo).
    Beijos Mi
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia!!

      Muito bom saber que está gostando! Sempre é um grande incentivo!! Sim, acho esse especial voltado para os dois mesmo! Nada mais gostoso do que os pais lendo estórias para os filhos!!

      KKKKKK Bia, você é ótima!! Amei! "Qdo eu tiver minha criança ela irá amar ler, com certeza (do contrário mamãe coloca de castigo)." Só tu mulé! rsrsrs

      Beijinhos

      Excluir
  3. Anônimo14:48

    e você nem imagina o quanto eu fiquei feliz com tua resenha...
    beijo
    may shuravel

    ResponderExcluir